Gestão de TI – Custo ou Investimento?

Escrito por:
Publicado em: 10 de maio de 2018
Categoria: Consultoria, Geral, Gestão de TI

No cenário competitivo em que as empresas se encontram inseridas, é fundamental a busca contínua por alternativas para melhorar o atendimento, reduzir custos e se diferenciar dos concorrentes. Frente a esse contexto, a tecnologia surge como uma grande aliada, podendo colaborar de forma expressiva com a maximização de resultados globais das organizações. Porém, para que isso seja possível, é fundamental contar com profissionais especializados e uma infraestrutura adequada.

Neste momento surge a dúvida: seria isso um investimento ou um custo?

Em busca dessa resposta, primeiro precisamos compreender a diferença entre Custo e Investimento. INVESTIMENTO é definido como qualquer aporte financeiro que a empresa realize para aumentar a produção e, consequentemente, o lucro. Ou seja, é uma
aposta da organização para trazer novos resultados. CUSTO é definido como aporte financeiro para a manutenção do que já existe na empresa, ou seja, para garantir o funcionamento e a produção daquilo que a organização já realiza.

Tendo em vista a importância que uma gestão de TI profissional tem na estrutura da organização para torná-la ainda mais competitiva no mercado, podemos visualizar essa questão de duas formas diferentes. A primeira é a gestão de TI como custo. Sabemos que ela é fundamental nos processos já existentes na empresa para facilitar a rotina, minimizar erros e agregar valor aos produtos já próprios de determinada organização. A gestão de TI, então, ocupa um mesmo lugar que o marketing, que a área comercial ou a contabilidade, ao
apoiar a melhor entrega de resultados possível. Porém, ela também pode ser investimento, se ocupa um lugar de inovação. E essa é uma das principais características da gestão de
TI, a capacidade de inovar e encontrar novas possibilidades para as empresas. Quando essa gestão é realizada com responsabilidade e excelência, impulsiona os lucros e promove novas estratégias e rumos para o negócio.

Com todas essas informações, podemos perceber que a gestão de TI é, sem dúvida, essencial para o sucesso das organizações. Afinal, ela é capaz de inovar, agilizar processos, reduzir custos, diminuir falhas entre outras funções. Portanto, esse investimento é necessário e precisa ser realizado da forma correta e com o máximo de qualidade.

Uma dica importante é sempre contar com profissionais altamente especializados, como uma consultoria em TI, para direcionar esses investimentos para as opções que trarão os melhores resultados para a organização.

Com isso, podemos concluir que a gestão de TI é fundamental e precisa ser considerada como estratégica em organizações que pretendem se tornar cada vez mais competitivas.

Voltar ao topo