Na prática, o que é TI estratégica?

Escrito por:
Publicado em: 7 de maio de 2018
Categoria: Consultoria, Geral, Gestão de TI, Infraestrutura de TI

 

Em um mercado global, no qual as barreiras geográficas são cada vez menores, a qualidade e os valores dos produtos são muito semelhantes, dessa forma, os pequenos detalhes na estrutura de uma empresa podem fazer toda a diferença para que a mesma se diferencie dos seus concorrentes e assegure um lugar ao sol. Neste contexto, a área de TI, atuando de forma estratégica, poderá gerar ações importantes a fim de tornar a empresa mais competitiva.

O responsável pela área de TI, deve focar seus esforços em compreender o valor das informações que vai muito além da tecnologia propriamente dita. O gestor de TI precisa estar alinhado com todas as áreas da empresa e compreender as informações importantes para a organização, a fim de iniciar uma análise de automação e validação das informações geradas pela operação, bem como a análise estratégica destas.

A partir das informações levantadas, a TI pode iniciar um processo de desenvolvimento de projetos, que dará sustentação e produtividade para o dia a dia da empresa. Assim, otimização de recursos, a inovação e o aumento da competitividade serão valores que a área de TI estará agregando à organização.

Pode-se afirmar que a tecnologia é uma das principais ferramentas no cotidiano empresarial, porém, é essencial que esteja claro o que fazer, sem esta informação, a tecnologia será somente mais um recurso, assim com tanto outros.

Em uma organização onde a área de TI é estratégica, a equipe fica a maior parte do tempo focada em garantir o crescimento da mesma, aumentando o poder de inovação. Essa mudança de perfil ajuda a
engajar a equipe, fator chave para o aumento da produtividade e da qualidade global da empresa. É importante reforçar que os resultados gerados pela TI estratégica justificam facilmente os investimentos no departamento.

Todo esse trabalho exige tempo de análise e alinhamento com os demais setores, uma opção para que a equipe disponha deste tempo pode ser terceirizar atividades de suporte, monitoramento e backups por
exemplo. A terceirização permite que a equipe interna de TI foque em melhorias, ao invés de atuar somente como suporte técnico para as demais áreas.

Voltar ao topo